31/10/2014

PSDB exige 3º turno. Agora é oficial !


"O Conversa Afiada também não confia nessas urnas sem o papelzinho do Brizola !

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Saiu no Globo:




Partido ressaltou que confia no sistema e só tomou a medida atendendo a dúvidas levantadas nas redes sociais
por Eduardo Bresciani

BRASÍLIA – O PSDB pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) auditoria especial nas eleições deste ano. A solicitação foi protocolada nesta quinta-feira pelo deputado Carlos Sampaio (SP), coordenador jurídico da campanha presidencial de Aécio Neves. Embora diga ter confiança na Justiça Eleitoral, o partido afirma que manifestações em redes sociais questionam o processo e ressalta que a auditoria pode dar certeza ao cidadão sobre o sistema eleitoral. O TSE informou que não havia recebido a petição e, por isso, não se manifestaria.

A ideia é criar uma comissão de especialistas indicados pelos partidos políticos para o trabalho. O resultado proclamado pelo TSE foi de 51,64% dos votos válidos para Dilma Rousseff (PT) e 48,36% para o tucano, diferença inferior a 3,5 milhões de votos."

(…)

30/10/2014

A história do doleiro que a mídia não contou


Miguel do Rosário, Tijolaço  

 "A mídia escondeu a verdeira história do doleiro.

Alberto Youssef foi condenado em 2004, pelo mesmo juiz Sergio Moro, do Paraná, por corrupção.

Segundo a Ação Penal movida contra Youssef, ele obteve um empréstimo de US$ 1,5 milhão, em 1998, numa agência do Banestado, banco público do Paraná, nas Ilhas Cayman.

No processo de delação premiada da época, Youssef confessou que internou o dinheiro no Brasil de forma ilegal, ao invés de fazê-lo via Banco Central.

Mas negou que tenha pago propina a um executivo do Banestado. Segundo o doleiro, a condição imposta para o Banestado liberar o dinheiro para sua empresa, a Jabur Toyopar, era fazer uma doação para a campanha de Jaime Lerner, do então PFL (hoje DEM), aliado do PSDB, para o governo do Paraná.
Doação “não-contabilizada”. Caixa 2.

29/10/2014

Lula: "todos ganham com a ascensão dos humildes"


"Num vídeo postado ontem à noite, o ex-presidente Lula afirma que o povo brasileiro foi sábio e deu uma lição ao País; Lula fez também um manifesto contra o ódio e o preconceito; "A miséria absoluta acabou, as pessoas ganharam cidadania e quem mais ganhou com isso? Ganhou a classe média, ganharam as empresas", disse ele; "Mais generosidade e menos preconceito vai fazer um bem imenso ao País"; "Faço um convite a você que tem preconceito: abra seu coração, abra sua alma e dê uma chance a quem tem menos"; Lula já é pré-candidato à presidência em 2018

Brasil 247

Em vídeo postado na noite desta terça-feira, o ex-presidente Lula agradeceu o apoio do povo e disse que os eleitores deram uma lição ao País. “Eu acho que o povo brasileiro, com todas as divergências, com todos os seus votos diferenciados, deu uma lição de política nos políticos".

28/10/2014

Chuva não livrará São Paulo do desastre anunciado


Fernando Brito, Tijolaço  

As previsões meteorológicas – hoje muito precisas –  indicam que, a partir do final de semana, São Paulo terá chuvas fortes.

Pode chover, num dia, quase o mesmo que choveu durante todo o mês de outubro e o volume total deve passar de 100 milímetros de precipitação.

Infelizmente, porém, isso não trará praticamente nenhuma elevação do nível dos reservatórios assolados pela seca. Subirão, no máximo, décimos de um ponto percentual.

A única dúvida que se tem, séria, a esta altura, é sobre quando se dará o colapso no abastecimento.

27/10/2014

Jornais estrangeiros destacam desafio de Dilma de unir o Brasil


"O resultado das eleições no Brasil é destaque na capa das edições dos principais jornais internacionais na internet, que ressaltaram o desafio da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) de unir o Brasil após a dura disputa contra Aécio Neves (PSDB).

Da BBC Brasil  

Na Argentina, o Clarín destacou na manchete que Dilma venceu por uma margem estreita "ao final de uma campanha duríssima, cheia de denúncias e acusações mútuas".

"Segundo analistas, a campanha eleitoral de 2014 deixará como legado um país dividido, e pesa sobre os ombros da presidente eleita a responsabilidade de buscar uma reconciliação para enfrentar os delicados problemas econômicos e políticos do Brasil."

26/10/2014

“Vergonha”: é o clima dentro da Abril

Aécio e Roberto Civita
Extraido do Viomundo, do Azenha: 

"Segue relato de um jornalista que trabalha na Abril sobre o clima no prédio da Marginal de Pinheiros:

Da Editora Abril, coletei ontem e hoje o testemunho de jornalistas que trabalham em quatro publicações diferentes da casa – nenhum deles na Veja. A palavra mais repetida foi “vergonha”. Há um clima de intensa insatisfação no prédio da marginal Pinheiros. “Passou dos limites”, “Se pudesse, pedia demissão”, “Se não processar por calúnia, o governo é covarde” foram algumas das coisas que ouvi por telefone e whatsapp. 

A edição impressa foi disputada. Em ao menos uma redação, trechos da reportagem foram lidos em voz alta. As reações da plateia variavam entre o riso e a indignação. Em alguns andares, houve comemoração com a chegada da manifestação que picou revistas e pichou muros da editora. Há também quem esteja otimista, vislumbrando na manobra o canto do cisne do “reino da baixaria”, como definiu uma das fontes. “A Veja queima o nosso filme. Até por razões de mercado, a Abril não pode ficar marcada como sinônimo de ódio e irresponsabilidade. E isso justamente com a sua maior revista”.

25/10/2014

Porque a história do doleiro é uma ofensa a qualquer inteligência


Fernando Brito, Tijolaço 

 "Se no Brasil se fizesse jornalismo e não campanha eleitoral nos jornais, a história do doleiro Alberto Youssef esbarraria num “pequeno” problema, sem o qual mesmo como “denúncia”, o que ele teria dito – se é que disse –  não deveria ser publicado, porque falta um elemento essencial.

É simples, mas indispensável a que qualquer pessoa medianamente inteligente dê um grama de crédito e continue a ouvir o que se diz.
Mas tão obvio que, sem qualquer parcialidade política e de forma apenas cartesiana a história fica frágil como uma fofoca.

Como é que um bandido de terceira categoria, recém-saído (2004) da cadeia, operando numa cidade do interior do Paraná, que não tem contatos pessoais nem com Lula nem com Dilma Rousseff afirma, como diz a Veja, que “eles sabiam”?

24/10/2014

Veja seria cômica, se não fosse criminosa


Fernando Brito, Tijolaço  

"A revista Veja seria ridícula, como a comparação das capas acima – a que vai para as bancas amanhã e a que envia, pelo Fecebook, meu velho professor da Escola de Comunicação Evandro Ouriques.

Seria, se não fosse criminosa.

Numa edição cuidadosamente proeparada ela narra, como se o seu repórter estivesse lá, a cena.

Alberto Youssef, que está preso desde março – há mais de seis meses, portanto – chega, anteontem, a quatro dias da eleição, para o seu milésimo interrogatório na Polícia Federal – que parece, aliás, uma instituição dirigida pela Editora Abril –  e, sem mais nem porque, faz-se-lhe uma pergunta extremamente precisa: qual era o “nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras”.

23/10/2014

Nordestino é agredido por desejar melhoras de Dilma… a que ponto chegamos!

"Eu voto na Dilma para ajudar a todos que vi melhorarem de vida, para que todos sejamos cada vez mais iguais

Hildegard Angel, Brasil 247 

Prossigo aqui com a série de depoimento de leitores fiéis deste blog, incomodados com as hostilidades que enfrentam nas mídias sociais.
Antes, vou lhes apresentar Jamill. É um rapaz nordestino, sensível, inteligente, fascinado pelo mundo da moda, da beleza e da sofisticação. Especialmente, é um admirador do mito social Carmen Mayrink Veiga, de quem ele é sócio fundador do Fã-Clube. Sabe tudo sobre os fatos que envolvem a história da vida e da elegância daquela que é referência na alta moda e na chamada alta sociedade.

Conheci Jamill através de um e-mail, quando me escreveu pedindo-me que intermediasse seu contato com a “diva” Carmen. Atendi o pedido e logo ele e Carmen estabeleceram uma boa relação, falando-se por telefone frequentemente. Hoje, chego a pensar que Jamill sabe mais sobre Carmen do que eu. Ou até do que ela própria!

22/10/2014

Lindsay Lohan declara apoio a Aécio e depois desiste

"Atriz Lindsay Lohan "desiste" de apoiar Aécio Neves e apaga tweets que elogiavam o candidato tucano


A atriz Lindsay Lohan retirou do ar na tarde desta terça-feira (21) o tweet no qual demonstrava apoio à candidatura de Aécio Neves (PSDB) à presidência do Brasil. Coincidentemente, a mensagem foi retirada do ar momentos após ser sugerido que a mensagem era ação da agência de marketing Hollywood TV, que agencia a carreira da atriz.

Mais cedo, através da rede social, a atriz havia escrito: “Eu apoio Aécio Neves! A plataforma dele traz mudanças positivas para o Brasil”.

A mensagem já não aparecia na página pessoal da atriz no Twitter por volta das 16h40 (horário de Brasília). Por outro lado, no mesmo horário ainda era possível ver chamada sobre a mensagem no site oficial da Hollywood TV Brasil, que também destacava o apoio da modelo Naomi Campbell ao candidato tucano.

Em sua mensagem, Lohan colocou a hashtag #HTVBR, abreviação da empresa no mercado. Em coluna publicada em 24 de outubro de 2013, Lauro Jardim, da Veja, afirma que a agência foi trazida ao Brasil por Pedro Assumpção, ex-presidente da GEO Eventos, e cita Lindsay Lohan entre uma de suas artistas produzidas."