Na PF não faltam peças nem luz; faltam liderança e disciplina.E respeito à lei.

Fernando Brito, Tijolaço 

Marcelo Auler, em seu blog, mergulha hoje na politicagem que grassa  na Polícia Federal “republicana” do diretor Leandro Daiello e do Ministro José Eduardo Cardozo.

Nojento, e peço desculpas por reproduzir na imagem parte das baixarias garimpadas pelo repórter.

Um processo que, embora alimentado pela mídia, jamais poderia ter sido deixado chegar ao ponto em que chegou.

Não apenas por razões administrativas, mas por razões legais.

A estupidez é uma praga mundial e a mídia a dissemina

Fernando Brito, Tijolaço 

Quase escrevi, ontem, sobre a onda de comentários na rede sobre a sujeira em Copacabana e as bobagens que, por isso, se dizia sobre a inferioridade do povo brasileiro por isso. Claro que vi também as outras, com que se respondeu a este “viralatismo”, mostrando que é imundície pós reveillon é universal e ri muito com o twitter do Guga Chacra, ótimo comentarista internacional do Estadão sobre o fato de pessoas irem para a virada do Ano Novo de fraldas pela falta de banheiros na Times Square, em Nova York.

Depois, fiquei pensando em quanta bobagem se faz com este “politicamente correto” que deseduca, cria divisões entre as pessoas e, pior, cria com isso ódio e intolerância. Vira o espelho do preconceito, uma imagem igual e invertida.
Aí leio as reportagens sensacionalistas sobre o assassinato da criança em Santa Catarina e sobre seu suposto assassino.

Mulher de Alckmin usou aeronaves do governo mais vezes que todos os secretários juntos


Da coluna Painel, da Folha:

Nas alturas Presidente do Fundo Social de Solidariedade de SP, a primeira-dama, Lu Alckmin, utilizou as aeronaves do governo mais vezes do que todos os secretários de Geraldo Alckmin somados desde 2011. Até 2015, a mulher do governador teve helicópteros e jatos do Estado à disposição para 132 deslocamentos em que foi a passageira principal. Os auxiliares de Alckmin juntos foram passageiros principais em 76 ocasiões. Os dados dos 1.900 voos foram obtidos via Lei de Acesso à Informação.

Honras da casa Alckmin também autorizou 36 empréstimos de aeronaves para pessoas de fora da administração paulista. A lista vai do ex-premiê britânico Tony Blair aos senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Delcídio do Amaral (PT-MS).

Às claras 1 O governo diz que Dona Lu “desenvolve amplo trabalho voluntário, com agenda transparente” e que empréstimos a terceiros atendem a “interesse público”.

Às claras 2 O Estado justifica os voos em decreto que diz caber à Casa Militar operar “deslocamentos do governador e primeira-dama” em suas aeronaves, além de, excepcionalmente, secretários e agentes públicos a serviço.

O elo entre a Globo e Cunha na censura promovida pela TV Câmara

“É nóis, fera”
Kiko Nogueira, DCM

O traço mais pitoresco das tretas entre Eduardo Cunha e a Globo é o fato de ambos se conhecerem tão bem que qualquer coisa que um ou outro faça cai numa espécie de intimidade galhofeira trágica.

Uma matéria no Globo denunciou um caso de censura na TV Câmara. Houve corte de críticas ao presidente da Casa num programa chamado “Fatos e Opiniões” que retratou a sessão de 19 de novembro.

Naquele dia, Cunha foi alvo de discursos pesados de parlamentares como Jandira Feghali, Betinho Gomes e outros. Mara Gabrilli chegou a pedir, dramática, que ele abandonasse o cargo."
Matéria Completa, ::AQUI::

CGU: governo não vai se vingar de empreiteiras

"Ao declarar uma empresa inidônea você corre o risco de receber muito pouco ou nada. O governo não tem de querer vingança. A primeira coisa que o governo quer é ressarcimento", ressalta o novo ministro da Controladoria-Geral da União, Carlos Higino Ribeiro de Alencar, ao defender as alterações na lei dos acordos de leniência, em MP assinada pela presidente Dilma em dezembro; o ministro afirma que processos abertos contra empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato serão concluídos no primeiro semestre deste ano; as negociações, segundo ele, vão destravar o setor econômico da infraestrutura; ele evita falar em números, mas espera recuperar para os cofres públicos "vários bilhões de reais" em dinheiro desviado

Brasil 247

O governo não pretende se vingar das empreiteiras que praticaram crimes de corrupção, afirma o novo ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Carlos Higino Ribeiro de Alencar, que assumiu interinamente o cargo no dia 21 de dezembro.

"Ao declarar uma empresa inidônea você corre o risco de receber muito pouco ou nada. O governo não tem de querer vingança. A primeira coisa que o governo quer é ressarcimento", ressaltou, em entrevista a Fábio Fabrini, no Estadão.

Deu no New York Times: “Rede Globo, a ‘TV irrealidade’ que ilude o Brasil”

Com frequência, alguns poucos segundos são dedicados a notícias perturbadoras, como a revelação de que São Paulo manteria dados operacionais sobre a gestão de águas do Estado em segredo por 25 anos, enquanto minutos inteiros são gastos em assuntos como ‘o resgate de um homem que se afogava causa espanto e surpresa em uma pequena cidade’”, escreve a colunista do tradicional jornal norte-americano; leia o texto na íntegra

Revista Fórum 

No último dia 10, a jornalista brasileira Vanessa Barbara utilizou sua coluna no jornal norte-americano The New York Times para criticar a Rede Globo.
Segundo Barbara, que também escreve para o jornal O Estado de S. Paulo, “assistir à Globo significa se acostumar a chavões e fórmulas cansadas”. Sobre as novelas da emissora, diz que “foram dolorosas de assistir, com suas altas doses de preconceito, melodrama, diálogo ruim e clichês”. “Mas elas tiveram seu efeito. Ao final do dia, eu me senti menos preocupada com a crise da água ou com a possibilidade de outro golpe militar – assim como o leão apático e as mulheres vazias das novelas”, finaliza.

“A pessoa está me cobrando estes R$ 300 mil”. “Que pessoa?” “Aécio Neves”

Fernando Brito, Tijolaço

A Folha fez o possível.

Colocou a chamada lá no cantinho de baixo, bem pequenina.
Mas não adianta.

A reportagem de Rubens Valente é avassaladora.

Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará, entregador de dinheiro do doleiro Alberto Youssef, afirmou, em depoimento que levou R$ 300 mil no segundo semestre de 2013 a um diretor da empreiteira UTC, de nome Miranda ( Antonio Carlos D’Agosto Miranda) que seriam entregues ao senador Aécio Neves.

Segundo o “entregador”, Miranda ficou aliviado, pois estaria sendo cobrado pela quantia por Aécio, teria dito o diretor da empreiteira.

Racismo na TAM: “Troca de lugar com a feinha (negra) aí”, diz funcionário em vôo.

Por Douglas Belchior, com informações dos coletivos Treme Terra, O Preço, RuaSarau AfroBaseVaidapé

Na tarde de sábado (19/12) no vôo TAM-JJ3705 de Brasília para Congonhas-SP, um grupo de jovens artistas sofreram ofensas racistas por parte de funcionários da TAM que seguiam no vôo como passageiros. Segundo relato dos artistas, os agressores foram acobertados pelos comissários de bordo da TAM, receberam privilégios no tratamento dentro do avião e tiveram sua conduta racista apoiada por parte dos passageiros."
Matéria Completa, ::AQUI::

 

A praia da Escandinávia é assim?

Fernando Brito, Tijolaço 

O primeiro domingo de verão, quentíssimo, “bombou” no Rio de Janeiro.
Moro perto de uma praia – embora perto de de uma praia “longe” –  e não havia espaço para parar uma bicicleta.

Havia, na orla do Rio de Janeiro, algo como dois milhões de pessoas.

Mas a notícia,  segundo os jornais, foi uma tentativa de assalto, da qual saíram 10 pessoas presas, possivelmente algumas só pela confusão.
Mas que fossem todas assaltantes, que seja…

Um assalto em dois milhões de pessoas, dez presos nessa multidão, seria índice de fazer cair o queixo de dinamarqueses ou suecos. Seria, provavelmente, a menor incidência criminal do planeta.

Francischini vai revelar Richa como 'pai' do massacre de professores

Esmael Morais, Blog do Esmael

O deputado federal Fernando Francischini (SD), ex-secretário da Segurança Pública do Paraná, em entrevista ao Blog do Esmael, afirmou que no início de fevereiro vai revelar para o Brasil e o mundo o nome do governador Beto Richa (PSDB) como verdadeiro “pai” do massacre de professores ocorrido em 29 de abril deste ano.

O ex-secretário Francischini, conhecido como Batman, foi ao horário eleitoral gratuito na noite desta sexta-feira (25) desejar aos eleitores “feliz Natal e próspero 2016”. O parlamentar é pré-candidato à Prefeitura de Curitiba.

Cardozo: ações da PF contra corrupção são uma revolução

"Em discurso para 600 novos agentes, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, classificou de “revolução” as operações da Polícia Federal de combate a corrupção: ‘Pela primeira vez na história estão submetendo pessoas que têm poder político e econômico ao peso da lei da mesma forma que os pobres’, disse; “Essa é a revolução republicana e a Polícia Federal é um dos agentes dessa revolução democrática, ordeira, disciplinada. Mas uma revolução que fará, para nós, para os nossos filhos e para os nossos netos, um país diferente daquele que nós recebemos”, acrescentou

Brasil 247

Em um discurso em cerimônia para 600 novos agentes, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, classificou de “revolução” as operações da Polícia Federal de combate a corrupção. ‘Pela primeira vez na história estão submetendo pessoas que têm poder político e econômico ao peso da lei da mesma forma que os pobres’, disse.

“Essa é a revolução republicana e a Polícia Federal é um dos agentes dessa revolução democrática, ordeira, disciplinada. Mas uma revolução que fará, para nós, para os nossos filhos e para os nossos netos, um país diferente daquele que nós recebemos”, acrescentou.

O jovem incoerente que provocou Chico Buarque

"Matéria reeditada no dia 23/12, às 07h43, para acerto de informações. Errei ao postar que Alvaro Garnero Filho filiou-se ao PRB. Na verdade, foi seu pai, Alvaro Garnero, quem se filiou e chegou a se inscrever para disputar a Câmara Federal em 2014, mas acabou renunciando. Peço desculpas pelo erro. Mas ele não compromete as demais informações.

Marcelo Auler, Blog: Marcelo Auler

A esta altura, na internet, já “viralizou” o vídeo que a Glamurama , de Joyce Pascowitch, postou com o bate-boce entre Chico Buarque e os jovens Alvaro Garnero Filho e Tulio Dek, em mais uma clara demonstração de intolerância política com quem pensa diferente. É óbvio, que nos dias atuais de radicalismo à flor da pele, haverá sempre quem defenda um ou outro. Dependerá da ideologia política de cada um. A questão, porém, passa por outra discussão comum nos dias atuais: a incoerência.

Ela veio de um dos jovens que cobraram do compositor, cantor e, escritor o fato dele “morar em Paris” com base, certamente, como disse o próprio Chico, na leitura de Veja.

Maia: PSDB quer impor suas vontades como um coronel

"Deputado Rodrigo Maia, ex-presidente do DEM, critica atitude do líder tucano Cássio Cunha Lima de afirmar que o TSE é a salvação para afastar Dilma Rousseff; e do presidente do PSDB, Aécio Neves, de tratar o vice Michel Temer como adversário: “O PSDB decide sem conversar. O PSDB não quer liderar a oposição é, sim, impor suas vontades como um coronel”, disse

Brasil 247

As movimentações do PSDB para forçar o golpe contra Dilma Rousseff começam a rachar a oposição.

O deputado Rodrigo Maia, ex-presidente do DEM, criticou atitude do líder tucano Cássio Cunha Lima de afirmar que o TSE é a salvação para afastar Dilma Rousseff; e do presidente do PSDB, Aécio Neves, de tratar o vice Michel Temer como adversário:

"O PSDB decide sem conversar. O PSDB não quer liderar a oposição é, sim, impor suas vontades como um coronel”, disse ele, segundo o colunista Ilimar Franco.