Em vídeo, desembargador do RN chama PMs de “bando de cagão”

Mídia Ninja / Vi o Mundo

"O caso envolvendo o desembargador Dilermando Mota e o empresário Alexandre Azevedo na padaria Mercatto ganhou mais um episódio. Um novo vídeo, postado no You tube, exibe mais detalhes da discussão ocorrida entre o desembargador e o empresário, que acusou o magistrado do Tribunal de Justiça do RN de ter humilhado um garçom do Padaria Mercatto no último domingo (29).

Na cena exibida, Motta se refere aos policiais chamados para prender Azevedo de “bando de cagão” por não terem dado voz de prisão ao empresário.

O vídeo, com quase três minutos, mostra a chegada dos policiais ao estabelecimento já acompanhados pelo magistrado que grita: “É ele, levem, podem levar” apontando em direção a Alexandre Azevedo, que permanece sentado na mesa e argumenta com o oficial da polícia. “Se for para contar a história eu vou me embora, eu vou falar com (coronel) Araújo. Isso se resolve em delegacia, não é aqui. É um bando de cagão(sic)”, esbraveja o desembargador.

No final da gravação, aparecem manifestações de protesto por parte dos presentes que afirmam que o desembargador teria cometido um crime de injúria."

Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: