Alemanha vai atuar em inquérito do cartel

"Ministério Público de Munique vai enviar documentos sigilosos aos promotores de SP que investigam esquema de suborno da Siemens em contratos metroferroviários com governos tucanos; na Alemanha e nos Estados Unidos, a multinacional alemã aceitou ressarcimento em valores que ultrapassam R$ 3 bilhões

Brasil 247

A Promotoria de Munique se comprometeu a enviar documentos ao Brasil para ajudar nas investigação sobre o cartel no sistema metroferroviário denunciado pela Siemens, em contratos com governos tucanos em SP desde Mario Covas, 1998.

As informações solicitadas pelo Ministério Público paulista incluem dados de sigilo bancário e telefônico e outros documentos, segundo Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo.

“O caso no Brasil pôs em questão os esforços anticorrupção da Siemens, que na década passada prometeu revisar suas práticas, trocou quase toda a sua diretoria e teve que pagar multas bilionárias na Alemanha após um escândalo de pagamento de propinas”, diz a agência de notícias alemã, DW.

O MP procura fechar um acordo com a Siemens para ressarcir os cofres públicos, mas ainda não conseguiu definir o valor desviado. Na Alemanha e nos Estados Unidos, a multinacional alemã aceitou ressarcimento em valores que ultrapassam R$ 3 bilhões.

Além de secretários do governo de Geraldo Alckmin (PSDB), que são acusados de receber o suborno, o promotor Silvio Antonio Marques, do Ministério Público de São Paulo, abriu inquérito civil para apurar suposta omissão do ex-governador José Serra, na gestão de 2007 a 2010, em coibir a ação do cartel."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: