Sem rodízio, crescem reclamações de falta d’água em SP

"Sabesp e governador Geraldo Alckmin negam necessidade de racionamento; mas reclamações de interrupção de abastecimento à agência reguladora de saneamento de São Paulo cresceram 115% no primeiro bimestre em relação ao mesmo período de 2013; a Arsesp recebeu em janeiro e fevereiro deste ano 355 críticas sobre corte de água

Brasil 247

A Sabesp e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) insistem em dizer que há reservas para manter o abastecimento no Estado até pelo menos o final do ano. Discurso vai de encontro com seca no Sistema Cantareira, que tem marcado níveis baixos recordes.
 
Além disso, no primeiro bimestre no ano, reclamações de falta d'água que chegam à agência reguladora de saneamento de São Paulo cresceram 115% no primeiro em relação ao mesmo período de 2013.

Segundo Vera Magalhães, do Painel, a Arsesp, instância alternativa para a comunicação de usuários, recebeu em janeiro e fevereiro deste ano 355 críticas sobre interrupção de abastecimento, contra 165 nos primeiros dois meses do ano passado."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: