Marina e a providência divina


, DCM

"Invocar Deus na política é um perigo.

Veja Marina.

Atribuir à providência divina não ter subido no avião que matou Eduardo Campos foi uma frase de extrema infelicidade.

Deus a preferiu a Eduardo Campos?

Se Deus a salvou, matou Campos e as demais vítimas do acidente?

ADVERTISEMENT
Se você se acha beneficiário da providência divina numa tragédia, se coloca numa posição superior à das vítimas.

É como se dissesse: Deus gosta mais de mim.

A fé, nestes casos, se torna uma manifestação de arrogância e soberba.

Marina escapou da morte por uma coisa bem mais simples: sorte.

Uma tremenda duma sorte."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: