Médico que xingou Dilma também é acusado de bater em mulher; e vota Aécio, claro


Miguel do Rosário, Tijolaço  

O caso é mais grave do que pensávamos. O médico do SUS que xingou Dilma nas redes sociais é funcionário do Hospital Conceição, que integra a maior rede pública de hospitais e postos de saúde do Rio Grande do Sul, e uma das maiores do país.

Copio o texto da seção “Quem Somos” do site oficial do grupo:

“O grupo Conceição, considerado referência no atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), é formado pelos hospitais Conceição, Criança Conceição, Cristo Redentor e Fêmina, além da UPA Moacyr Scliar, de 12 postos de saúde do Serviço de Saúde Comunitária, de três Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e do Centro de Educação Tecnológica e Pesquisa em Saúde – Escola GHC. 

Três unidades hospitalares, a UPA, as 12 unidades básicas, os três CAPS e a Escola GHC funcionam na Zona Norte da Capital, e o Fêmina é localizado no Bairro Independência. Os serviços da instituição são sempre a garantia de acesso ao atendimento universal e gratuito e, portanto, estão de portas abertas para que a população tenha o seu direito à saúde garantido.

Vinculada ao Ministério da Saúde, essa estrutura reconhecida nacionalmente forma a maior rede pública de hospitais do Sul do país, com atendimento 100% SUS. Com uma oferta de 1.492 leitos, é responsável pela internação de 59,8 mil gaúchos por ano.

Com uma equipe de 8.363 profissionais, o GHC é responsável por cerca de 1,9 milhão de consultas e outras 34,9 mil cirurgias anuais. Em exames, o Grupo contabiliza cerca de 3,7 milhões por ano. A instituição faz o diagnóstico de mais da metade dos casos esperados de câncer para a população de Porto Alegre.

A instituição também é considerada o berçário dos gaúchos, com cerca de 9,7 mil partos ocorridos por ano no Conceição e no Fêmina, o que significa mais de um nascimento por hora.”

O médico, portanto, é um servidor público subordinado ao Ministério da Saúde e, portanto, à presidente da República.

À falta de respeito se soma a insubordinação.

E o pior, o sujeito é tão louco que está afastado de suas funções por “agredir fisicamente” uma colega médica, conforme consta em boletim na Delegacia da Mulher.

Mal educado, insubordinado e agressor de mulheres.

Se é esse o tipo de cidadão que odeia Dilma, então é uma honra para a presidenta.

Aí eu entro no Facebook dele para conhecer um pouco melhor esse triste espécime da raça humana, e o que encontro, de cara?

Ele curte Veja e páginas pró-Aécio…


Como todo machista covarde, ele diz, segundo a matéria do G1, “sofrer uma suposta perseguição política depois que passou a expressar opiniões antipetistas”.
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

Galvam disse...

Como é que é? O Aécio é Leproso? Quer dizer que por que voto no Aécio eu bato na minha mulher? Que sandice é essa cara?Sai dessa vida! Eu prefiro Aécio a apoiar uma pessoa que praticou terrorismo como forma de ação política!Essa mulher que aí está na presidência praticou crimes comuns! E só está aí por que existiu uma coisa chamada Anistia Política!!!

Beatriz Belle disse...

Tem o meu desprezo, não só o meu,mas de todos que pensam iguais.
Aécio e este doutorzinho são misóginos!