No Nordeste, novidade não é a seca. Novidade é a água.


Fernando Brito, Tijolaço  

"Em julho de 2011, o Governo Federal lançou o programa Água para Todos, que previa, até este ano, a instalação de 750 mil cisternas para o abastecimento de água na região do semi-árido.

No final do mês passado, a meta foi alcançada, com 750.565 reservatórios, com 16 mil litros de capacidade de reservação, em  569 municípios.

Depois de décadas, mais de um século até, da ideia de “combater” a seca, que é o mesmo que “combater o que é natural”, mudou-se o eixo para “conviver com a seca”, sem ter de deixar a terra.

Não é muita água, não.

É o que São Paulo ou o Rio consomem em três ou quatro dias, se tanto.

Muitas estão com pouca água, até bem pouca em algumas, porque a seca – que não é novidade nenhuma – veio  mais forte do que aquela em que, há 15 anos, comiam calango e peregrinavam por uma lata d’água.
É pouca, mas é a diferença entre ficar e partir.

Uma dúzia de famílias inconformadas que fazem as malas para Miami são bom e colorido assunto para os jornais.

Três ou quatro milhões de pobres que não têm mais de fazer a trouxa e se por nas sofridas marchas que as Vidas Secas de Graciliano Ramos descreveram, não são.

Não são notícia, mas existem.

Os meninos de São Paulo, provavelmente, as leram na escola, mas talvez nunca tenham acreditado que existissem.

Ou que pudessem, nos devaneios da seca, pensar o que pensou Fabiano, o retirante.

Chegara naquele estado, com a família morrendo de fome, comendo raízes. 

Caíra no fim do pátio, debaixo de um juazeiro, depois tomara conta da casa deserta. Ele, a mulher e os filhos tinham-se habituado a camarinha escura, pareciam ratos – e a lembrança dos sofrimentos passados esmorecera.

Pisou com firmeza no chão gretado, puxou a faca de ponta, esgaravatou as unhas sujas. Tirou do aió um pedaço de fumo, picou-o, fez um cigarro com palha de milho, acendeu-o ao binga, pôs-se a fumar regalado.

- Fabiano, você é um homem, exclamou em voz alta."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: