SP pode ter tarifa de ônibus zero para estudante pobre


"Pela primeira vez, Prefeitura da capital paulista estuda criar três tipos de tarifa: aluno de baixa renda não pagaria nada e quem usa bilhete único continua a pagar R$ 3; aumento seria só para quem paga a passagem em dinheiro; expectativa do prefeito Fernando Haddad (PT) é que decisão seja tomada ainda nesse ano

Brasil 247

A Prefeitura de São Paulo pode instituir, pela primeira vez, três tipos diferentes de tarifa no transporte coletivo. A gestão de Fernando Haddad (PT) estuda implantar tarifa zero para os estudantes de baixa renda, os usuários do bilhete único continuariam a pagar R$ 3 e quem paga em dinheiro sofreria aumento da tarifa.

A expectativa é que a decisão seja tomada ainda nesse ano. A ideia de anunciar os benefícios juntamente com o reajuste da tarifa surgiu depois que foi realizada a auditoria das contas do sistema de transporte municipal pela empresa Ernst&Young, na semana passada.

A avaliação da prefeitura, após a auditoria, é de que o lucro das empresas de ônibus pode ser diminuído a partir do próximo ano. A expectativa era de que esse lucro estava em cerca de 30%, mas a auditoria revelou que o índice é de 18%. Mesmo assim, o plano é reduzir a remuneração das companhias para cerca de 7%."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: