TV na internet: a Globo vai morrer gorda


"O celular vai matar a tevê paga, que morre antes de nascer no Brasil .

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Saiu na Fel-lha (no ABC), de Nelson de Sá:
Daqui a um mês, quando as comediantes Tina Fey e Amy Poehler apresentarem a entrega do Globo de Ouro – http://pt.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%AAmios_Globo_de_Ouro – , a disputa pelo ambicionado prêmio de melhor série de comédia ou musical terá frente a frente, pela primeira vez, dois gigantes de tecnologia: Netflix, com “Orange is the New Black”, e Amazon, com “Transparent”, ambos distribuídos sob demanda via internet.

Na lista de indicados divulgada na última quinta (11), foi também a primeira vez em que nenhuma das grandes redes norte-americanas, CBS, ABC, NBC e Fox, entrou na competição.

(…)

Na atual temporada nos EUA, iniciada em setembro, as redes vêm apresentando uma queda média de 3% na audiência.

(…)

A “disrupção”, como chamou o estudo da CBS, avança também no mercado brasileiro –onde a presidente Dilma Rousseff, sintomaticamente, diz ter o Netflix como plataforma preferencial. O serviço estreou no país em 2011 e já realizou sua primeira série local no ano passado, junto com uma produtora de vídeos on-line de humor."

 ------------------------------

Navalha 

Sobre a avassaladora migração dos olhos da tevê aberta e paga (sim, porque a paga, o cabo, vai morrer antes de nascer, no Brasil !) para o celular, clique aqui, aqui, e não deixe de ler sobre o papel “disruptivo” do Google, dos algoritmos e dos buscadores sobre a liberdade de expressão.

Como diz o Conversa Afiada, a Globo vai morrer gorda.

Paulo Henrique Amorim
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: