A inveja da elite paulista é uma m…

Isso é o que fica por baixo do Minhocão. O pessoal de meias brancas corre por cima
"A elite degradou o Centro de São Paulo e deixou os fâmulos para trás.

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Como se sabe, a Cidade Maravilhosa comemora 450 anos com a alegria de quem renasce.

A aliança dos governos do Estado e da Cidade com o Lula e Dilma permitiu realizar obras que farão do Rio um espetáculo de que todo brasileiro se orgulhará.

O orgulho se manifestará com toda a intensidade daqui a um ano, com a Olimpíada, que, como a Copa que não se realizaria, será a melhor de todos os tempos !

A elite paulista não se orgulhará desse feito.

O papel de São Paulo no conjunto de Economia e da Política desaba com a força do ódio que a elite de São Paulo dedica ao PT.

O que se confunde com o ódio que dedica ao resto do Brasil.

Como dizia o sábio Fernando Lyra: São Paulo não pensa o Brasil.

Agora, quer que o Brasil se afunde !​

O Estadão, que representava a elite cafeeira, vive hoje dos aparelhos que os bancos lhe enfiaram nas veias, como demonstra um Mesquita de veias azuis.

A Fel-lha (ver no ABC do C Af) é o “new money” da aristocracia paulista.

Dinheiro de granja de frango e estação rodoviária.

Veja o que diz um colonista da Fel-lha sobre os 450 anos do Rio:

(…)

O prefeito Eduardo Paes anunciou a recuperação da zona portuária, mas não conciliou os interesses das construtoras com um plano eficiente de ocupação residencial.

Agora urbanistas temem que a região fique deserta nos fins de semana. As torres comerciais sobem rapidamente, mas o único projeto de habitação está com as obras paradas.

A Olimpíada de 2016 ofereceu outras oportunidades, mas falta competência –ou interesse– para aproveitá-las.

(…)

Os gastos começaram em 1994. Depois de vinte e dois anos, os atletas olímpicos correm o risco de velejar sobre o esgoto, entre sofás e pneus à deriva."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: