Globais e cineastas aparecem em lista do HSBC


"Nomes como o do apresentador Jô Soares, dos atores Maitê Proença, Claudia Raia e Edson Celulari, além da família de Jorge Amado e o cineasta Andrew Waddington, com seu irmão Ricardo Waddington, que hoje é diretor da TV Globo, foram citados no caso Swissleaks; com exceção de Jô Soares e Ricardo Waddington, os artistas e intelectuais listados nas planilhas do HSBC de Genebra, desenvolveram ou participaram de trabalhos financiados, em parte, por dinheiro de fomento à cultura, por meio da Lei Rouanet

Brasil 247

Celebridades da TV Globo, além de cineastas, escritores e músicos do Brasil, foram citados no caso das contas secretas mantidas no HSBC da Suíça.
 
Aparecem entre eles apresentador Jô Soares, dos atores Maitê Proença, Claudia Raia e Edson Celulari, além da família de Jorge Amado e o cineasta Andrew Waddington, com seu irmão Ricardo Waddington, que hoje é diretor da TV Globo.

Segundo análise do jornal ‘O Globo’, em parceria com o jornalista Fernando Rodrigues, Com exceção de Jô Soares e Ricardo Waddington, os artistas e intelectuais listados nas planilhas do HSBC de Genebra, desenvolveram ou participaram trabalhos financiados, em parte, por dinheiro de fomento à cultura.

Na época investigada pelo caso Swissleaks, as contas de Jô Soares e de Andrucha apareciam sem saldo.

Em 2006/2007, Maitê tinha US$ 585,2 mil em seu nome. Marília, por sua vez, aparece com US$ 834 mil. O então casal de atores, mantinha conta conjunta de US$ 135,7 mil.

As celebridades em questão afirmaram não ter ciência de qualquer conta no banco suíço ou ter realizado todas as operações financeiras de forma legal (leia mais)."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: