Richa, o valentão, supera Álvaro Dias como espancador de professores. Triste Paraná…


Fernando Brito, Tijolaço 

"O jornal Gazeta do Povo, do Paraná, traz uma triste comparação, feita pelo cientista político Luís Domingos Costa.

A maior agressão contra professores daquele estado era a de 1988, quando o hoje senador Álvaro Dias, mandou a polícia contra a categoria: naquela ocasião, foram registrados apenas 10 feridos e cinco pessoas presas.

Hoje, Beto Richa passou muito à frente de seu colega tucano.

Há dez presos e colossais 150 feridos depois da selvageria de hoje à tarde, para garantir, manu militari, autorização para socorrer o caixa do Governo com os recursos da previdência paranaense.

Ontem, o Ministro da Previdência, Carlos Gabas, confirmou que não houve, como é necessário nas leis previdenciárias, o fornecimento de dados e explicações pelo governo paranaense e, lógico, a aprovação ministerial.

Cabe ao Ministério da Previdência zelar para que os demais entes previdenciários não adotem políticas que os levem à falência.

Com o projeto aprovado hoje, a Paranaprevidência assume  33 mil pensionistas com mais de 73 anos que hoje recebem via fundo financeiro mantido com recursos diretos do tesouro estadual, como previsto na criação do órgão, em 1998.

Antes, Richa queria pegar diretamente o fundo previdenciário. Agora, numa versão mais “light” daquele absurdo, alivia seu caixa lançando um gasto imenso sobre o fundo previdenciário.

E os tucanos ainda vem falar em “pedaladas”…
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: