Dilma reduz poderes de comandantes militares


"Em decreto, presidente Dilma Rousseff delega ao ministro da Defesa, Jaques Wagner, competência para assinar atos relativos a pessoal militar, como transferência para a reserva remunerada, reforma de oficiais, promoções e até nomeações; "Ainda não estudei o decreto, mas ele visa normatizar as prerrogativas de cada instância com a criação do Ministério da Defesa e não tirar o que é da instância dos comandantes", justificou o ministro

Brasil 247

Ao desengavetar decreto parado há mais de três anos, a presidente Dilma Rousseff surpreendeu a classe militar ao o transferir ao ministro da Defesa competência de comandantes sobre atos relativos a pessoal, como reforma de oficiais.

Agora, cabe ao ministro Jaques Wagner o poder de assinar atos relativos a pessoal militar, como transferência para a reserva remunerada, reforma de oficiais, promoções e até nomeações:

"Ainda não estudei o decreto, mas ele visa normatizar as prerrogativas de cada instância com a criação do Ministério da Defesa e não tirar o que é da instância dos comandantes", justificou o ministro ao ‘Estado de S. Paulo’ (leia)."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: