Alckmin impõe sigilo de 25 anos a projetos de transportes

"Ao carimbar documentos do transporte público de ultrassecretos; governo Geraldo Alckmin (PSDB) impede o acesso aos motivos de atrasos nas obras do metrô, por exemplo; a gestão do tucano alega riscos à segurança, "já que pessoas mal-intencionadas poderiam ter acesso"

Brasil 247

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) tornou sigilosos por 25 anos documentos do transporte público de São Paulo, incluindo os trens do Metrô e da CPTM e os ônibus intermunicipais da EMTU.

A decisão impede o acesso aos motivos de atrasos nas obras. A gestão do tucano alega riscos à segurança, segundo reportagem de André Monteiro e Arthur Rodrigues. O governo Alckmin afirmou que pessoas "mal-intencionadas" poderiam ter acesso.

A manobra faz parte da Lei de Acesso à Informação, que liberou documentos públicos à população em 2012, mas que protege alguns deles com o carimbo de ultrassecretos (25 anos), secreto (dez anos) e reservado (por cinco anos)."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: