As lições que Aécio poderá aprender com seu guru

"Há mais de um ano à frente de um movimento golpista, que tenta desesperadamente anular as eleições presidenciais do ano passado, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez uma pausa para se encontrar com o líder espiritual Sri Prem Baba; eis algumas de suas lições: (1) "Um governante, no mínimo, precisaria se conhecer melhor. Do contrário, a nação estará nas mãos de uma criança ferida, cheia de mágoas, ressentimentos e pactos de vingança"; (2) “O conflito está na mente. A separação é somente uma ilusão criada pela mente condicionada. A espiritualidade não divide, ela une; (3) "O cultivo do silêncio é a ponte para o resgate do nosso verdadeiro poder e para reencontrarmos os trilhos da evolução"; os ensinamentos revelam que Baba pode vir a ser um guru mais útil do que FHC para que Aécio encontre o caminho da iluminação e aceite de uma vez sua derrota

Brasil 247 

Desde a campanha presidencial do ano passado, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seguiu as orientações de um guru, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que não lhe trouxe fortuna nem felicidade. Aécio não venceu as eleições presidenciais e, desde então, passou a liderar um ensandecido movimento golpista no Brasil. Concedeu entrevistas praticamente todos os dias e quase sempre insinuou a possibilidade de um impeachment.
 
Na semana passada, no entanto, Aécio teve um encontro reservado com o guru Sri Prem Baba, criador do movimento Awaken Love (Amor Despertado). A reunião foi intermediada por um amigo comum, segundo revelou a colunista Mônica Bergamo. 

Como todos os pensadores de raiz budista, Baba prega valores como a aceitação, a humildade e o silêncio. Em sua página no Facebook e também em entrevistas recentes, Baba listou alguns pontos que podem vir ser extremamente úteis para que Aécio, finalmente, possa encontrar o caminho da Iluminação.

Baba, por exemplo, acredita que a felicidade está dentro do ser humano – e não em circunstâncias externas, como o poder, por exemplo. “Ao observar as inquietudes do ser humano, percebemos que existe o desejo de encontrar caminhos para uma vida mais harmoniosa. Mas a grande maioria não sabe como alcançar esses objetivos e é conduzida pela crença de que a felicidade depende de circunstâncias externas. A verdade é que tudo o que buscamos se encontra dentro de nós mesmos. E isso só se realiza fora quando conseguimos nos libertar das nossas confusões internas”, disse ele.

O guru também afirma que as mágoas e ressentimentos – que Aécio tem alimentado desde sua derrota em outubro de 2014 – são o caminho para a infelicidade. "Sinto que é tempo de construir uma nova política e uma nova economia em que o ser humano esteja em primeiro lugar e não a falsa ideia de poder. Sinto que a única saída para a humanidade é fazer com que o autoconhecimento se torne política pública. Para começar, um governante, no mínimo, precisaria se conhecer melhor. Do contrário, a nação estará nas mãos de uma criança ferida, cheia de mágoas, ressentimentos e pactos de vingança.”

Baba prega ainda a paz entre irmãos – e não o ódio estimulado por guerras políticas. “O conflito está na mente. A separação é somente uma ilusão criada pela mente condicionada. A espiritualidade não divide, ela une. O Eu maior é indivisível. Se você está em comunhão com o Ser, onde quer que esteja você estará presente e inteiro. Você será capaz de transformar um lugar comum em um santuário. Tudo se torna sagrado porque a sacralidade emerge dessa inteireza - a paz e a pureza nascem da presença”, afirma.

Baba também explica que o dinheiro não é um fim em si mesmo.  “O dinheiro deve ser uma consequência do fato de você estar colocando seus dons e talentos a serviço do amor. Dessa forma naturalmente o dinheiro vem para que suas necessidades sejam atendidas, desde que você realmente não tenha alguma crença ou imagem que impeça o dinheiro de circular na sua vida. Se esse é o seu caso, será necessário passar por um processo de cura. Mas esse processo ocorre naturalmente quando você se entrega para o serviço e para a prática espiritual diária.”

Por último, o guru faz um alerta. “A maior parte dos chamados ‘seres humanos’ ainda está transitando do animal para o homem. O que caracteriza o estado de consciência animal é a luta pela sobrevivência. Só é possível ancorar a consciência humana quando deixamos de simplesmente buscar pela sobrevivência através da satisfação de necessidades básicas e começamos a manifestar valores humanos: cooperação, respeito, amor, verdade e assim por diante. E somente quando consolidamos esses valores e ancoramos a consciência humana poderemos nos mover em direção à consciência divina.”
Será que do encontro com Baba emergirá um Aécio mais tolerante, mais responsável e mais disposto a colaborar com o País? 

Hare Krishna, krishna, krishna, hare, hare!"
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: