40% dos deputados que analisarão impeachment são alvo do STF

"Comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, eleita por meio de voto secreto na Câmara nessa semana, tem 15 dos 39 deputados com pendências no Supremo Tribunal Federal, dois deles pela Operação Lava Jato; quatro parlamentares já são réus

Brasil 247

De 39 deputados que analisarão o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff em uma comissão especial eleita na Câmara na última terça-feira, 15 têm pendências com o Supremo Tribunal Federal, aponta levantamento feito pelo jornal O Globo.

O número representa quase 40% da comissão, que foi eleita com muito tumulto, por meio de votação secreta – determinada pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – e não por meio da indicação de líderes, mas como uma chama alternativa. A decisão foi suspensa pelo STF, que debaterá o caso no dia 16.

Dois deputados titulares da comissão são investigado pela Operação Lava Jato: Jerônimo Goergen (PP-RS) e Luis Carlos Heinze (PP-RS). E quatro deles já são réus. O tucano Nilson Leitão (MT) é quem mais tem pendências – acusado por crime de responsabilidade, é alvo de, ao todo, sete inquéritos."
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: