Gelado com Temer, Hollande se diz amigo de Lula e pede respeito à Constituição


O presidente francês François Hollande, que veio à abertura da Rio 2016, mas evitou marcar um encontro oficial com o interino Michel Temer, falou sobre a crise brasileira à jornalista Mônica Bergamo; "Eu sou amigo do Lula. A presidente Dilma me convidou há dois anos para vir a essa festa no Brasil. Muitas coisas aconteceram desde então e o país está tentando resolver os seus problemas. Nós estamos observando. O importante é que a Constituição seja respeitada", afirmou; como a Constituição não permite impeachment sem crime de responsabilidade, foi um recado claro contra o golpe

Brasil 247 -

O presidente francês François Hollande, que veio à abertura da Rio 2016, mas evitou marcar um encontro oficial com o interino Michel Temer, falou sobre a crise brasileira à jornalista Mônica Bergamo (leia aqui).
 
"Eu sou amigo do Lula. A presidente Dilma me convidou há dois anos para vir a essa festa no Brasil. Muitas coisas aconteceram desde então e o país está tentando resolver os seus problemas. Nós estamos observando. O importante é que a Constituição seja respeitada", afirmou.

Como a Constituição não permite impeachment sem crime de responsabilidade, foi um recado claro contra o golpe.

Antes dele, Matteo Renzi, primeiro-ministro italiano, também afirmou que a história será gentil com o ex-presidente Lula e o apontou como um exemplo para vários líderes europeus (leia aqui).
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: