Após nova lambança, MEC vai rever ranking do Enem


Depois de mais uma lambança, o MEC vai rever a divulgação dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio de 2015; em nota à imprensa nesta quinta-feira, 6, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, classificou como "equívoco" a exclusão de 96% dos institutos e centros federais da divulgação dos dados do Enem por escola; o "equívoco" do órgão vinculado ao ministério comandado por Mendonça Filho resultou no aumento da concentração de escolas privadas entre as médias mais altas do país; em 2014, 34 institutos e centros federais estavam entre as mil escolas com médias mais altas; no Enem 2015, esse número caiu para três

Brasil 247 -

 O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, classificou nesta quinta-feira, 6, como "equívoco" a exclusão de 96% dos institutos e centros federais da divulgação dos dados do Enem 2015 por escola.

"Houve um equívoco na interpretação da legislação por parte da equipe técnica que fez os cálculos para a divulgação dos resultados do Enem 2015 por Escola e por isso os Institutos Federais não foram incluídos", disse o órgão vinculado ao Ministério da Educação, comandado por Mendonça Júnior. " Sendo assim, a administração atual do Inep decidiu processar os resultados dos Institutos Federais no Enem 2015 e divulgar tão logo seja possível", completou.

Um dos resultados da exclusão dos institutos federais foi o aumento da concentração de escolas privadas entre as médias mais altas do país. No Enem 2014, 34 institutos e centros federais estavam entre as mil escolas com médias mais altas do país. No Enem 2015, esse número caiu para três.

A portaria também não trouxe, ao contrário do ano anterior, prazos definidos para que as instituições entrassem com recurso, e mencionou apenas que "os casos omissos serão resolvidos pelo Inep".
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: