Não é “escola sem partido”, é “escola com dedo-duro”. E a dinheiro…


Por Fernando Brito, Tijolaço

Inacreditável o post que me chega com a imagem aí em cima.

Coisa de safado, dedo-duro, mau caráter.

Depois teve gente que achou exagero eu ter escrito sobre nazismo hoje cedo.

Comprar, a dinheiro, adolescentes para espionar, intrigar, desmoralizar professores em sala de aula.

Perdoem-me os politicamente corretos, mas no meu tempo a gurizada dizia: “caguete merece cacete“.

Como não sou mau caráter nem dedo-duro, borrei o nome do facínora que está fazendo isso, mas tudo está na rede.

O Ministério Público vai pegar uma cópia disso para ver quem está tentando aliciar menores com dinheiro ou vai pegar uma cópia disso e pedir o vídeo também para tentar perseguir o professor ou professora que estiver, simplesmente, citando a história?

Ou os professores, agora, quando falarem do regime de 64 devem dizer:

“aquele período de glória onde o Brasil floresceu e matou-se algumas centenas de rapazes e moças como vocês, graças a Deus, para nos livrarmos do comunismo ateu e apátrida”?
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: