Presidente da SBPC: ‘Tenho vontade de dizer aos jovens: saiam deste País’


Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, manifestou sua frustração com o corte de quase 90% dos recursos para pesquisas, cerca de R$ 1,7 bilhão, nas áreas de Ciência, Tecnologia e Tecnologia da Informação; "Eu estou muito chateada, sabe? Estou com idade suficiente para pendurar as chuteiras. Não sei porque que eu continuo ainda lutando nesse País. Oferta de emprego no exterior, eu sempre tive. Muitas. Agora eu estou ficando cansada e estou com vontade de recomendar aos jovens: saiam deste País", desabafou

Brasil 247 -

Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader, manifestou sua frustração com o corte de quase 90% dos recursos para pesquisas, cerca de R$1,7 bilhão, nas áreas de Ciência, Tecnologia e Tecnologia da Informação. A Lei Orçamentária Anual de 2017 (LOA 2017) com os cortes nas verbas de pesquisas foi sancionada nesta terça-feira (10) pelo presidente em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

"Eu estou muito chateada, sabe? Estou com idade suficiente para pendurar as chuteiras. Não sei porque que eu continuo ainda lutando nesse País. Oferta de emprego no exterior, eu sempre tive. Muitas. Agora eu estou ficando cansada e estou com vontade de recomendar aos jovens: saiam deste País", desabafou Helena.

Segundo a presidente da SBPC, os recursos para o setor veem caindo gradualmente nos últimos anos, mas que agora situação chegou ao "pior patamar dos últimos anos". "Junto com essa sumida de recursos da fonte 100, nós temos uma PEC que colocou o Ministério da Ciência e Tecnologia, nos fotografou [tomou como base os gastos do orçamento], no pior patamar dos últimos anos", afirmou.

Nesta quarta-feira (11), a SBCP divulgou uma nota em seu site oficial onde convoca professores, alunos e pesquisadores das 134 unidades filiadas a participarem de abaixo-assinado para que o governo federal volte a assegurar recursos para as áreas de Ciência e Tecnologia.

De acordo com a Consultoria de Orçamento da Câmara, o orçamento para as áreas de Ciência e Tecnologia ficou em R$ 15,647 bilhões; R$ 123 milhões a mais que o previsto no projeto original. Apesar disso, R$ 1,7 bilhão está condicionado à aprovação do projeto de lei que reabre o prazo para a repatriação de recursos de brasileiros depositados ilegalmente no exterior.
Enviar: Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: